segunda-feira, 18 de julho de 2011

INFO - Você Sabe Qual é o Significado de Snow Ball? (26 fotos e 1 vídeo)

Snow Ball

Você sabe o que quer dizer o termo Snow Ball? Em inglês 'Snow' significa 'neve' e 'Ball' quer dizer 'bola'. Seria bola de neve a tradução? Pode até ser, mas quando o assunto é prática sexual o termo tem um significado bem mais amplo.



Mas o que 'bola de neve' tem a ver com sexo então? Na realidade a neve aqui em questão, não é exatamente o tipo de neve que comumente se pensa, embora a brincadeira também envolva um material branco e leitoso, porém nada frio.


Vamos acabar logo com o mistério e esclarecer o que é o Snow Ball e como ele é praticado.


Quando uma mulher faz o sexo oral em um homem e ela recebe aquela carga de sêmen em sua boca e rosto, o que ela pode fazer pra se limpar depois? Aí depende de cada um. Tem uma piada que diz que a esposa, depois de anos de casada cospe...


a noiva, que ainda pretende se casar, engole e diz que adorou para agradar o futuro marido...


e a namoradinha inexperiente e com a boca cheia de leite, pergunta assustada para o namorado: - "O que é que eu fafo com ifo aqui, benfinho?".



É aí que surge o Snow Ball. Consiste em uma prática sexual onde a parceira depois de ter recebido o 'prêmio' pelo sexo oral realizado no seu macho compartilha o sêmen com uma outra pessoa (ou as vezes até mesmo o próprio parceiro que gozou) .


Clique em 'mais informações', para ler o artigo completo

Essa brincadeira pode envolver até mesmo um beijo de língua onde os parceiros compartilham todo o esperma recém lançado na boquinha da mulher.



Algumas vezes, o sêmen pode também ser compartilhado por duas mulheres. Isso além de dar tesão em algumas mulheres que adoram esperma (e tem uma certa tendência bissexual), deixa o comedor numa posição de superioridade pois ele vai se setir o maior garanhão do mundo, sabendo que duas fêmeas estão disputando gota a gota o leite derramado. No caso dos cornos, pode acontecer se sua mulher tem aquela amigona que costuma sair com ela nas baladas. O final da noite pode ser assim...

O Snow Ball, também pode ser visto também como uma técnica que envolve relação de submissão e dominação. A mulher, no papel de dominadora, usa o parceiro degradando-o e fazendo engolir toda a porra que estava na sua boca, como se ela estivesse cuspindo todo o esperma no corno submisso.


Esta brincadeira pode ser interessante se existe esta relação de dominação e submissão no casal.


Outras vezes o Snow Ball pode ser visto como o compartilhamento do prazer da esposa com o marido, logo após ela ter se relacionado com o amante. Funciona da seguinte forma: ela recebe o sêmen do comedor, e compartilha esse prêmio com o maridinho corno. O corno acaba aceitando e ajuda a limpar a esposa recém gozada.


Como eu faço então?

A coisa é bem simples, se você ainda não tem um comedor para a sua esposa, basta gozar na boquinha dela e depois dar um delicioso beijo de língua onde os dois ficam completamente lambuzados de porra. Isso pode ser um bom inicio na arte do Snow Ball.


Mas a coisa realizada desta forma, fica um tanto sem graça. É como se você estivesse bebendo seu próprio sêmen, da boca da sua esposa. Digamos que para um começo já é grande coisa, apesar de não ser uma atividade que envolva uma terceira pessoa e desta forma não te coloque na tão desejada posição de corno. Algumas esposas dominadoras gostam desta situação, mas tenho certeza que você vai querer bem mais que isso.


O jeito é arrumar uma terceira pessoa: o famoso "comedor" ou ricardão. Normalmente o comedor de esposa não vai se importar com a prática do Snow Ball, pois ele não está envolvido diretamente nela. É uma prática que inclui principalmente o casal e muitas vezes o comedor até sente tesão em ver o quanto o seu esperma é disputao por ambos. Isso tudo com exceção do Snow Ball praticado quando o fluxo de sêmen vai da boca do marido para a boca da esposa.

Snow Ball Passo a Passo

A primeira coisa a fazer é escolher o comedor, e é sempre bom perguntar as preferências dos parceiros antes de tudo, e se ele concorda em ter o seu esperma dividido pelo casal. Dificilmente ele irá se recusar, pois o que ele quer mesmo é deixar a boca da sua esposa recheada de leite e ver o casal feliz se lambuzando com toda a sua gala.


Tudo acertado, o próxima passo é baixar a cueca do doador de esperma. Isso será suficiente para que sua esposa, ao ver aquele caralho que mesmo mole é duas vezes maior que o seu duro, fique estimulada a fazer o melhor boquete que ela já fez em toda a sua vida.


Agora é hora da sua esposa mamar o cacete do macho de vocês, e ainda de quebra dar um showzinho de boqueteira profissional, que até então você não conhecia, pois ela nunca se sentia estimulada a chupar aquele pipizinho ridículo que você tem.


Alguns corno mais 'invejosos', podem querer dar uma 'mãozinha', digo uma 'boquinha' neste momento. Mas só faça isso se tiver combinado antes, para evitar alguma divergência na hora.


Como você já viu sua esposa pagando um boquete pro comedor, você já tem condições de saber qual a melhor forma de chupar, e caprichar, afinal de contas o interesse pelo que pode sair daquele mastro é seu também.

Combine antes em qual boca o sêmen será despejado. Tenha cuidado para que o comedor goze na boca escolhida, afinal com tanta boca chupando o membro dele, fica difícil advinhar onde despejar o leite.Aproveite e também dê uma boa lambida nas bolas dele, onde está armazenado o precioso líquido que será usado no Snow Ball isso vai estilumar ele a gozar fartamente.


Quando ele ejacular na sua boca (ou na dela se for o caso), posicione sua parceira para fazer a 'transferência'. Aí é só acertar a pontaria e deixar 'a coisa rolar'....


Deixe fluir todo o esperma da sua boca, para a boca de sua amada, até a última gota.


Vocês podem ficar passando o leitinho da boca de uma para outro e eventualmente se beijar até que todo o sêmen se acabe.


Se você errar a pontaria, pode ajudar com as mãos também.


O importante é deixar tudo bem limpinho no final. Vai ser uma "Festa da Porra"...risos


Certamente será uma prova de amor e você poderá mostrar a sua espoa o quanto a ama e o quanto gosta de compartilhar as coisas boas da vida com ela.



Depoimento - Meu Primeiro Snow Ball (por marido mamador de porra)


"O que aconteceu comigo foi uma grande surpresa. Eu já era casado com Lisa há 8 anos e minha esposa adorava ouvir histórias sobre as coisas que eu já tinha feito com minhas ex-namoradas em termos de sexo. Ela sabia que eu gostava de ser corno, embora tenha demorado algum tempo para ela topar realizar minhas fantasias. Certa vez contei ela o quanto adorava 'limpar' a minha ex-namorada depois que ela transava com outro cara. Ela nunca havia conhecido nenhum outro cara que havia feito sexoa oral com outro homem e ficou interessada querendo saber mais detalhes. Quando ela percebeu o quanto eu adorava brincar com o sêmen de outro cara, ela foi ficando excitada e me confidenciou que também sentia muito prazer não só em chupar o sêmen, mas fazer algumas brincadeiras com aquele líquido leitoso também. Ela contou que conheceu alguns caras que gozavam na sua boca e ainda conseguiam manter a ereção para fodê-la na boceta de novo, inundando-a de porra. Me disse que gostava de esparramar todo o creme sobre o seu corpo ou na entrada de sua vagina.
Certo dia ela me contou que gostaria de transar com um cara negro e bem dotado, pois já havia visto fotos na internet que a deixaram com tesão. Eu disse que conhecia um cara do jeito que ela queria, que eu havia encontrado na internet e que eu ja havia chupado seu membro enquanto ele assistia videos e via fotos de minha ex-namorada. Ele tem uma pau não muito comprido, mas bem grosso e que goza muito. Quando acabei de contar tudo isso, ela me implorou para conhecê-lo. Algumas semanas mais tarde, nós nos encontramos num motel. Minha esposa estava muito ansiosa e não parava de olha pela janela, na esperança de ver o carro do nosso macho chegando. Para acalmá-la, eu fiquei de quatro no sofá e mandei ela lamber meu ânus. Ela imediatamente se ajoelhou e enterrou sua cara no meio da minha bunda, dando estocadas com a língua no meu ânus e me masturbando ao mesmo tempo. Ela continuou por vários minutos e em seguida sentou no meu lado e disse que adorava o cheiro da minha bunda na cara dela.
Neste momento escutamos um carro entrando no estacionamento do motel e percebemos que se tratava do nosso amante.
Logo que ele chegou, minha esposa começou a beijá-lo com sofreguidão e os dois se atracaram na cama do motel enquanto eu sentado em uma poltrana em frente a eles me masturbava. Rapidamente, minha esposa já estava de joelhos e chupava o seu primeiro pau negro. Luiz, adorando o boquete da minha esposa, me chamou para que nós dois chupassemos o seu belo falo negro. Nós dois nos revezávamos na chupeta e hora um mamava o pau e outro o saco e hora invertiamos a posição. Era a primeira vez que ela via um homem chupando o pau de outro e parecia bastante excitada com a novidade.
O nosso comedor ficou completamente nu e deitou na cama e minha esposa novamente se ajoelhou e contiuou chupando aquele pênis que parecia não parar de crescer em sua boca. Ela parou de chupar virou-se para mim e disse:
-Agora é sua vez.
Enquanto eu chupava o nosso amante, ela pegou um travesseiro e colocou no meio das pernas. Parecia que se mastrubava olhando a cena. De repente ela começou a gemer alto e mostrar que estava tendo um orgasmo intenso. Eu ainda tentei oferecer o pau negro para que ela chupasse na hora do gozo, mas ela gemia e me ordenava:
-Chupa ele...vai...putinho...bebe tudo.
Eu fiz o que ela ordenou e enquanto o nosso amante negro se contorcia em orgasmo, eu sugava o volume farto de porra que saia do seu pau. Eu caprichava na chupeta e a cena era muito excitante para a nossa esposa, pois sabiamos que ela sentia tesão em ver tudo aquilo e isso despertava nosso lado exibicionista. Depois deste orgasmo alucinante, deitamos os três na cama e conversamos um pocuo. Minha esposa não resistiu e começou a manipular o membro negro e ainda todo melado do nosso amante. Mexia nele como se fosse um brinquedo que acabara de ganhar. Não demorou muito e o pau dele deu sinais de vida, fazendo com que minha esposa passasse a mamar aquela rola com muita empolgação. Pedi para ela chupar o nosso macho, da mesma forma que havia feito anteriormente comigo. Ele não se fez de rogado e aceitou a lingua provocante da minha esposa. O nosso amante negro logo anunciou que iria gozar novamente com aquela carícia ousada da minha esposa. Enquanto Luiz anunciava o gozo ela introduzia a lingua o mais fundo possível no seu ânus. Passado alguns minutos ele se colocou de joelhos na cama da cama e minha esposa deitou-se em baixo do seu mastro com a boca completamente aberta esperando todo o creme que estava por vir. Dessa vez,  invés de gozar em jatos fortes, seu esperma ia fluindo lentamente através da cabeça do seu pênis e escorrendo para a boca da minha esposa enquanto ele se masturbava. Ele gozava muito e a boca de Lisa ficou completamente cheia de porra. Eu assistia a tudo admirado mas estava completamente despreparado para o que viria a seguir.
Lisa saiu debaixo do nosso macho, me agarrou pela nuca e me beijou com sua boca repleta de esperma transferindo completamente todo o gozo do nosso macho para a minha boca. Eu fiquei muito surpreso, mas a sensação era boa e intensa. A partir daquele momento Lisa sempre me dava a opção de gozar em sua boca ou sua vagina e quando transávamos e eu invariavelmente escolhia sua boca para poder repetir a nossa brincadeira preferida."


  video


Um comentário: